Frete Grátis acima de R$400,00 (exceto regiões norte e nordeste e impressoras 3d)

A impressora 3D exige um planejamento da impressão e os PROGRAMAS DE MODELAGEM 3D ou SOFTWARES 3D DE MODELAGEM dão o pontapé inicial nesse processo. Fizemos uma lista de softwares de modelagem para você descobrir qual é o melhor programa de modelagem para impressão 3d para seu projeto.

Há quem pense que para imprimir um objeto em 3D, basta ter uma impressora conectada ao computador e clicar “imprimir”, para se ter a peça em mãos.

Não! Não é bem assim. Existe todo um processo detalhado que antecede o comando “imprimir”. A impressora 3D exige um planejamento da impressão e os programas de modelagem dão o pontapé inicial nesse processo. Esses softwares vão ajudá-lo a  transformar o seu esboço  em um modelo tridimensional (peça 3d, modelo 3d), pronto para a próxima etapa da impressão.

Existem vários programas de modelagem gratuitos e pagos,  disponíveis no mercado.  E qual é o melhor programa para modelar e impulsionar o meu projeto 3D? Como fazer desenhos 3D? Não quero desapontá-lo, mas essa é uma pergunta difícil de responder, pois se trata de algo muito específico. Cada programa tem suas particularidades que podem ou não atender às demandas do seu projeto. Sendo assim, as opiniões vão variar de acordo com a experiência de cada um e cabe a você experimentar e tirar suas próprias conclusões. Alguns podem ser perguntar: Solidworks, Sketchup ou Fusion360? Não existe resposta certa, continue lendo nosso artigo para compreender melhor.

Com o intuito de facilitar essa escolha e tirar suas dúvidas, vamos falar sobre alguns dos nomes mais populares e usados dos melhores softwares 3d de modelagem para impressão 3d.

Peças gratuitas para Imprimir

Ah, mas antes de começar, você sabia que a 3D Fila separou os melhores sites para encontrar peças legais e gratuitas para imprimir? Siga por aqui!

  1. SketchUp

exemplo de projeto no sketchup

O Sketchup foi criado pela last software, comprado pelo Google em 2006 e hoje o software pertence a Trimble e é bem conhecido, principalmente entre os arquitetos, designers de interiores e engenheiros.

Entre as versões disponíveis, estão o Sketchup Make, que é uma versão gratuita ou o Sketchup Pro, que custa hoje (12/2017) US$ 695. A primeira, é indicada para iniciantes e/ou qualquer pessoa que queira usar o programa para fins de uso pessoal. Já para o uso comercial, há a versão Pro, desenvolvida para profissionais que demandam de licença para o uso comercial.

Ambas têm a mesma funcionalidade e seguem a mesma linha de comandos básicos e ferramentas de modelagem e o que difere o SketchUp Pro do Sketchup Make é que por ser uma versão mais profissional, capaz de oferecer um leque maior de ferramentas e possibilidades para atender melhor as demandas do mercado.

O programa é simples! A partir de linhas, curvas e o encontro dessas linhas, o modelo vai sendo criado.  Para quem está começando, existem disponíveis vários vídeos tutoriais sobre como trabalhar com o sketchup. O próprio software disponibiliza vídeos em seu site https://www.sketchup.com/learn. As instruções são em inglês, mas é possível aprender também pelas imagens. É possível experimentar o programa por 30 dias sem pagar nada.

Fica a dica:

  • No Sketchup é possível deixar passar despercebido buracos na superfície, paredes sem uma espessura adequada, faces invertidas, duplicadas e/ou sobrepostas, arestas soltas e vários outros pequenos erros. É preciso cuidado extra (e atenção aos tutoriais!) para evitar esses problemas. Felizmente existem muitos plugins para auxiliar neste processo, como o Solid Inspector.

 

  1. Blender

Blender é um sofware open source (de código-fonte aberto)  criado por Ton Roosendaal, a princípio,  para desenvolver os trabalhos do estúdio de animação holandês NeoGeo, onde trabalhava. O projeto acabou crescendo e tornando uma empresa que, com os  “altos e baixos” da economia acabou fechando. O programa voltou com força em 2002, depois da criação da Fundação Blender, que, sem fins lucrativos, deu  continuidade ao desenvolvimento do software e abriu portas para qualquer pessoa do mundo usar o programa gratuitamente.

Está entre os mais populares, também, por ter várias comunidades ativas onde você pode tirar dúvidas, sugerir ou buscar novas ideias. Essas comunidades têm grande força e impulsionam o programa que muda constantemente para melhor.

O uso do software não é o mais fácil e intuitivo. Porém, não faltam vídeos tutoriais em português, disponíveis na internet. E já existe também a versão do programa em português. Então, investindo tempo e utilizando esses recursos além das comunidades, é possível aprender e aproveitar as vantagens do programa.

O Blender é um software multiplataforma e compacto. Dentre suas vantagens, estão as inúmeras ferramentas e recursos avançados que esse oferece para desenvolver diferentes tipos de projetos, como  jogos, animação, edição de vídeos e objetos para serem impressos. Para quem quer imprimir criaturas, desenhos orgânicos e/ou personagens é uma ótima opção! O programa oferece o Sculpting, um recurso muito bom para  modelar e enriquecer de detalhes o seu personagem.

 

Sobre as desvantagens: algumas versões podem conter bugs e hoje não se tem mais suporte para Windows XP e só funciona bem para o OpenGl a partir da versão 2.1.

Fica a dica

  • O software oferece o “3D printing toolbox”, um add-on para checar se o seu modelo atende ou não os pré-requisitos para ser impresso ( uma superfície sem buracos, dimensões corretas, objeto sólido, etc) e se há possíveis erros na sua peça.

 

 3.SolidWorks

Há mais de 10 anos, quando o software SolidWorks foi lançado, ainda que simples, já atendia satisfatoriamente seus “consumidores”. Hoje não é diferente. O programa busca atender melhor seus usuários, que têm liberdade para opinar  no funcionamento do programa. Por isso e outros vários motivos é um dos principais modeladores pagos, disponíveis no mercado. Ele não oferece uma versão gratuita, mas você pode testá-lo por um mês de graça. Caso goste, tem que desembolsar US$ 4.000. Para estudantes, existe uma versão mais em conta.

Associado a diferentes  setores como indústria, produção, científico, médico etc, o SolidWorks tem o foco maior na engenharia mecânica. Ainda assim, possibilita desenvolver todo tipo de projeto, dos mais simples ao mais complexos. O programa também é flexível com outros softwares, importando e exportando diferentes tipos de arquivos.

Esse modelador é simples de manusear, oferece uma interface clara e funcionalidades que irão acelerar o seu projeto. Acompanha as fases de design e teste de durabilidade e resistência, o que ajuda a diminuir os gastos com protótipos.

O SolidWorks é referência entre os CADs (Computer-Aided design) e é também um CAE (Computer-Aided Engineering). Seus recursos são precisos, diminuindo assim as chances de erros.

Fica a dica:

  • Com o Windows 8, é possível imprimir a sua peça 3D diretamente do SolidWorks. Os formatos 3MF e AMF oferecem informações suficientes sobre a peça, que descarta o processo pós modelagem.

 

  1. Zbrush

Programa criado pela Pixologic há mais de 10 anos, o software Zbrush é um modelador excepcional para artistas, designers, profissionais da indústria de filmes e qualquer entusiasta por escultura digital. Suas ferramentas  proporcionam liberdade, agilidade, fluidez e autonomia na modelagem. Além de diversão garantida, o programa impulsiona a criatividade e imaginação.

Desde que chegou ao mercado, o Zbrush afeta positivamente o trabalho de muitos  profissionais, que trocaram as maquetes e esboços gigantescos por um programa simples que com  poucos clicks,  possibilita mudanças no modelo economizando  assim, tempo e energia.

O Software é voltado para criação de esculturas, ótimo para modelar personagens, criaturas ou qualquer desenho orgânico. A partir do princípio da circularidade, com pincéis, você desenvolve o seu modelo como se tivesse moldando em argila. No processo seu desenho ganha cores, textura e forma escultural realística.

O Zbrush oferece recursos práticos, poderosos e uma bela e intuitiva interface que pode ser customizada pelo usuário, se preferir. Seus modelos 3D e desenhos 2D e 2.5D Pixols têm uma boa interação pelo método não-linear e livre que o software trabalha. Com suas várias opções de exportação, o pragrama prepara bem seus modelos para serem impressos.

Custo: US$795.

Fica a dica:

  • Produções como Avatar, Senhor dos Aneis e outras, usaram o Zbrush para desenvolver seus projetos.

 

  1. Fusion 360

exemplo de projeto no fusion 360

Criado há mais de 3 anos e desenvolvido também pela Autodesk, o Fusion 360 é um software poderoso por suas inúmeras possibilidades, simplicidade e eficiência.

Considerado o “CAD reinventado”, o programa agrega as tecnologias CAD, CAM e CAE, que em português significam respectivamente  “Desenho assistido por computador”, “Fabricação assistida por computador” e “Engenharia assistida por computador”. Isso quer dizer que o programa pode participar  da produção da sua peça desde a fase do desenho, passando pelo funcionamento até a fabricação ou impressão da mesma. No Fusion, é possível testar, analisar e até simular não só a construção do projeto como também a sua resistência à fatores externos como calor, vibração e movimento, depois de pronta.

É um software que trabalha com a ferramenta de armazenamento na nuvem. NoFusion 360, todos os seus projetos são salvos em uma “nuvem”, evitando assim que seu PC fique “entupido” e ainda te possibilita acessar os seus trabalhos de qualquer lugar, se conectado à internet. Também, é possível compartilhar seus projetos e trabalhar com a sua equipe no mesmo modelo em tempo real, mesmo não estando em um mesmo espaço físico. Também através da nuvem, o software é constantemente atualizado.

Seguindo um pouco a lógica do Tinkercad, o Fusion 360 é simples de usar, tem uma interface amigável sem ser limitado. Opera as modelagens paramétrica, direta,  de malha e também a modelagem livre, desenhos mais complexos, esculturais. É possível  modelar desde engrenagens até peças mais orgânicas. Ainda que seu projeto venha de outro modelador ou de um scanner, é possível importá-lo e fazer qualquer alteração. O programa também exporta nos formatos OBJ e STL.

Estudantes, educadores ou entusiastas sem interesse comercial, tem licença para usar o programa  gatuitamente por até 3 anos. Para profissionais o Fusion 360 custa US$ 40 por mês ou  US$ 300 por ano.

Fica a dica

  • É possível trabalhar no modo off-line. É só clicar no ícone de relógio, próximo ao seu nome de perfil e desativar o “working on-line”.
  • O Fusion 360 não precisa de plug-in ou qualquer software adicional.
  • Seus idealizadores estão abertos para ouvir sugestões e fazer ajustes que atendam seus usuários.
  • Veja outra opção de software aqui: Tinkercad Tutorial para aprender software 3d – 3D Fila

 

Lembre-se:

Pesquise sempre e conheça todas as suas opções, para que sua escolha seja inteiramente acertiva!

 

One thought on “Os 5 Melhores Softwares para Modelagem 3D

  1. nagma says:

    Obrigada pela partilha!!!
    Amei essa lista! Eu não sou profissional da área . Eu uso essa mesa digitalizadora XP-Pen Artist 24 Pro para SketchUP & Blender e chega-me bem, mas eu sou amador no assunto.

Deixe um comentário