Como armazenar Filamento para Impressão 3D adequadamente

Talvez você não saiba, mas momentos de frustração com algumas de suas impressões 3D podem ter ocorrido simplesmente pela umidade contida no filamento utilizado. Você provavelmente culpou a ventilação, os parâmetros de impressão ou calibração da impressora… duvidou até mesmo de suas habilidades! Mas na verdade o culpado pode ter sido a poeira ou o filamento úmido.

Filamento Umido - Manter seco

Umidade

É muito comum observar usuários de impressoras 3D deixando seus carretéis ao lado de suas impressoras ou fixos em seus suportes, aguardando a próxima utilização. Se você age desta forma, eventualmente enfrentará problemas devido a umidade. Seu filamento possui características que atraem moléculas de água. E esta capacidade de atração diz quão Higroscópico seu material é. Costuma ser o fator menos provável, mas pode ocorrer, principalmente se você se encontra em uma região com alta umidade relativa, como em regiões praianas.

O Nylon por exemplo (PA), se exposto em ar ambiente, tem sua máxima absorção de moléculas de água em apenas 18 horas! O PLA e ABS também têm esta característica, mesmo que em menor proporção.

Possíveis efeitos deste problema:

  • filamento e peças mais frágeis;
  • quebra de filamentos;
  • filamento borbulhando ou diferentes sons quando chega ao hot-end (bico) – lembrando que estes barulhos também podem ser resultantes de bolhas contidas no processo de fabricação;
  • degradação do filamento;
  • aumento do diâmetro do filamento.

Poeira

Um problema ainda maior é a poeira. Seu filamento, quando exposto ao ambiente recebe a deposição de pequenas partículas de poeira, que são conduzidas naturalmente até o bico de sua impressora. Estas partículas se acumulam de tal forma que aglutinadas podem se alocar em diversos pontos do seu conjunto extrusor, como tudo flexível condutor, hotend (bico aquecido), etc.

Soluções

Armazenar e isolar

Uma solução fácil e barata é utilizar sacos à vácuo. Mas lembre-se de usar sacos com válvula de vácuo, que permite a sucção do ar a partir de um aspirador de pó convencional. Dentro do saco você pode incluir um dessecante, como sílica gel ou arroz. O arroz tem sim propriedades higroscópicas, mas suas propriedades de absorção não podem ser comparadas à sílica gel que é produzida industrialmente.

Saco válvula vácuo

Saco válvula vácuo

Agora, se os carretéis de filamentos já foram expostos ao ar por certo tempo, eles provavelmente já estão saturados pela umidade. Então, se não quiser trocar a sílica gel rapidamente, poderá tentar secá-los em um forno antes. Todo material termoplástico como o ABS e o PLA possui o que é chamado de Temperatura de Transição Vítrea. Esta temperatura deve ser especificada pelo fabricante e indica quando o material passa do estado duro e/ou rígido para mole ou “borrachoso”. Então se optar por secar seu material com um forno, ele não deve ultrapassar esta temperatura. E não tente agilizar o processo aumentando sua temperatura.

Carretel de Filamento ABS secando em forno

  • Uma secagem ideal pode ocorrer entre 1 e 2 horas;
  • Não secar o ABS com temperaturas acima de 100°C;
  • Não secar o PLA com temperaturas acima de 60°C;
  • Dê preferência pelo uso de forno com controle digital de temperatura;
  • Evite utilizar equipamentos destinados ao uso com alimentos.

Filtro

Apesar de não fazer parte do armazenamento, não deixe de usar filtro para reter a poeira. Você pode usar modelos de filtros como os indicados abaixo com a ajuda de bucha simples e macia encontrada em supermercados:

, , , ,

support
icon
Precisa de Ajuda?
Close
call
(31)3417-6464
menu-icon
Chamado de Suporte