Afinal, qual impressora 3d comprar?

Afinal, qual impressora 3d comprar?

O mercado de impressoras 3D está ganhando um grande fôlego com o avanço da tecnologia de manufatura aditiva e da abertura deste tipo de equipamento para os mais variados fins.

Com o poder de transformação dos processos de fabricação, que antes eram caros e complexos, a impressão 3D pode alinhar a produção de projetos únicos com o público em geral. 

E conforme esse mercado vem ganhando força, muitas opções de impressoras 3D aparecem e ficam disponíveis para as mais variadas finalidades. Além disso, as diferenças entre as diversas marcas e fabricantes de impressoras 3D faz com que essa escolha seja importante para a finalidade que o usuário está desejando. 

Informações importantes para a escolha como os materiais utilizados para determinadas impressoras, as principais características, os softwares e inclusive informações sobre os fabricantes, revendedores e o melhor custo benefício estarão disponíveis na nossa publicação. 

3D Printer GIF by ailadi

Qual o primeiro passo quando se decide comprar uma impressora 3D? 

Esta deve ser a primeira coisa que se passa pela cabeça de quem toma a decisão de investir em uma impressora 3D. Qual a primeira coisa a se fazer após tomar essa importante decisão? 

Primeiramente é necessário saber que existem diversos modelos disponíveis, tanto no exterior quanto no mercado nacional. Com isso em mente, é hora de entender um pouco mais sobre a aplicação da impressora 3D. 

Como serão as peças? 

Quando se toma a decisão de comprar uma impressora 3D, muitas vezes já se tem em mente o tipo de peça que se deseja fabricar. Com isso em mente, é importante decidir então a impressora a partir da finalidade das peças produzidas. 

Algumas impressoras geralmente possuem um melhor nível de detalhamento e acabamento do que outras, e o objetivo da peça final deve ser levado em conta antes de comprar o equipamento. Além disso, o tipo de exposição e utilização das peças também define o tipo de material que será utilizado na impressão. 

Outro ponto importante é o objetivo da impressora em si, se será para uso educacional, doméstico ou para fins comerciais — e principalmente o local onde ficará alocada. Como exemplo, caso fique em algum local exposto a correntes de ar e umidade, deve preferir impressoras que não são abertas. 

E qual o seu perfil? 

Além de considerar estas informações acerca da impressora, é sempre importante saber o seu tipo de perfil e o seu nível de entendimento sobre o assunto. A impressão 3D não necessariamente demanda conhecimento técnico de eletrônica, mas é sempre importante conhecer por alto sobre o que se está comprando. 

E uma informação importante é sobre o investimento disponível. Este, na verdade, é o principal ponto para a escolha de uma impressora 3D, pois os valores atuais deste tipo de equipamento variam bastante. 

Já decidiu a compra? E agora, quais as características de cada impressora 3D? 

Agora que a decisão de compra da impressora 3D já está tomada, é hora de conhecer um pouco mais sobre as principais características de cada estilo de equipamento. 

Impressora 3D aberta ou fechada? 

Essa é uma das principais características de uma impressora 3D: o fato dela ser fechada ou aberta.

As impressoras 3D chamadas de aberta tem esse nome por não ter uma barreira que corte o fluxo de ar na peça que está sendo produzida, o que impacta na qualidade da peça, caso seja produzida utilizando o material ABS. E as fechadas contam com esse tipo de proteção para a peça. 

Movimentação cartesiana, delta ou core xy? 

A movimentação da impressora 3D também é importante para o estilo e o tipo de peça que o usuário deseja. Aqui o que muda é o estilo de impressão, pois todas quando bem calibradas oferecem qualidade e uma boa velocidade de impressão. 

  • Movimentação core xy que possui um eixo independente e dois acoplados. Além disso, a sua movimentação vertical é feita pela mesa de impressão; 
  • Movimentação delta possui três eixos acopladas e a sua principal característica é a sua altura, que ocupa um espaço maior e pode limitar a área de impressão no eixo z. 
  • Movimentação cartesiana, que possui um motor por eixo;

Animated S GIF

Qual o tipo de extrusor? E o sistema de alimentação? 

Os extrusores possuem 2 tipos, o allmetal e o com teflon. Esta informação é importante devido a temperatura de alimentação das peças que serão produzidas. O extrusor de allmetal deve possuir uma qualidade de fabricação alta por operar em temperaturas mais altas e o bico extrusor de teflon permite uma melhor lubrificação o que impacta diretamente na qualidade da peça em si. 

Os sistemas de alimentação também existem em 2 tipos, o Direct Drive e o Bowden. O primeiro possui motor que traciona o filamento acoplado ao carro de movimentação e o segundo possui o motor em separado. Quando bem calibrados, podem conseguir as mesmas performances. 

3D Printing GIF

Quais as marcas e as suas vantagens e desvantagens? 

O mundo da impressão 3D possui diversos fabricantes, tanto nacionais quanto internacionais. Esses fabricantes se diferenciam pelas características das impressoras que produzem e até no preço destes equipamentos. 

Gtmax3D 

Essa fabricante brasileira possui diversos modelos de impressora e de todos os tipos e características. Seja do modelo aberto ou fechado, para impressão comercial ou doméstica, essa fabricante tem disponível vários modelos com diversos preços, que vão de R$2.500,00 até quase R$20.000,00. 

Sethi3D

Essa fabricante nacional também dispõe de um número variado de modelos de impressão 3D disponíveis para venda através do seu site. Além disso, também possui peças sobressalentes para venda caso necessite de alguma peça específica desta marca. 

Um ponto importante é a sua variação de preços das impressoras: vão de R$3.500,00 a R$8.000,00. 

Lofrax3D

Uma empresa também brasileira, a lofrax3D possui 3 tipos de impressoras do modelo de impressão aberta e que variam entre 3 preços, R$3.290,00 até R$4.290,00. Os modelos e algumas peças sobressalentes estão disponíveis no site da fabricante. 

3dlopes

Essa fabricante brasileira possui somente um tipo de impressora 3D do tipo fechada, o que a leva a ter um maior nível de especialização do que as demais fabricantes. Esta impressora possui um preço de R$7.999,00 e é um equipamento mais caro se considerado o preço das outras — o que se compensa com a qualidade do equipamento. 

Voolt3D

Esta fabricante também é brasileiro e possui somente um modelo de impressora 3D disponível para venda no seu site. Este modelo tem o valor de R$2.850,00 e opera com a mesa no formato aberto. 

Anet 8, Ender 3, CR-10 

Estes fabricantes internacionais de impressoras 3D vendem um kit para montagem do equipamento a um custo relativamente baixo. Suas impressoras são consideradas boas perante os padrões dos diversos modelos existentes.

3D Cloner 

Este fabricante nacional de impressoras 3d está localizado em Marechal Cândido Rondon no estado do Paraná, e faz parte do grupo Schumacher. Hoje esta empresa fabrica modelos de entrada, como a 3DCloner LAB e de maior porte, como a 3DCloner PLUS G3.

Up 

Essa fabricante australiana possui uma linha de impressoras 3D que chama atenção pelo design arrojado e atraente. Os seus preços são um pouco mais elevados do que as outras concorrentes, o que é compensado com a qualidade e velocidade de impressão. 

Xyzprinting

Mais uma fabricante internacional que possui diversos modelos a venda. Os valores variam de USD $335,4 até $3.000,00 de acordo com o tamanho e a qualidade de impressão dos objetos. Além disso, possui também a venda peças sobressalentes para manutenção e reparo dos equipamentos. 

Makerbot

Outro fabricante internacional, a makerbot possui diversos modelos disponíveis para venda e se destaca também pelo seu amplo campo de atuação e de parcerias com estudantes e empresas de ponta do ramo tecnológico. Outro ponto positivo é o seu programa de certificação em impressão 3D. 

Ultimaker 

Por último mas não menos importante, a ultimaker é mais uma de várias empresas e fabricantes de impressoras 3D. Ela possui uma boa linha de equipamentos disponível e possui grande fama nesta amplo mercado. As suas impressoras possuem preços variados e podem chegar a custar até R$59.000,00. 

Já tenho uma impressora 3D. E agora? 

Após a decisão da compra de determinado modelo de impressora, é bom entender um pouco mais sobre todo o processo que leva a impressão de um bom objeto a partir da manufatura aditiva.

Isso acarreta em um melhor entendimento do que esperar e do que fazer para garantir a qualidade do produto final. 

1º Passo – Projeto

Um bom projeto é a parte fundamental de qualquer produto final. Esta etapa é importante para definir todas as características fundamentais da peça e as configurações da impressora 3D para atingir uma melhor performance deste equipamento. 

É na etapa de projeto que também se faz a modelagem computacional da peça que irá ser impressa e é definido o tipo de filamento ideal para aquele utilização da peça. Estes pontos serão abordados a parte num tópico um pouco mais na frente devido a sua importância para a qualidade da impressão 3D. 

2º Passo – A peça em si 

Após projetar a peça e configurar corretamente a impressora é hora de entender um pouco mais sobre como a peça será impressa de fato. Isso leva a etapa de fatiamento da peça, como é chamada a etapa onde o software de impressão 3D faz a leitura da peça modelada e processa o correto passo a passo para a impressão 3D. 

O software da impressora 3D irá configurar cada camada de impressão conforme as suas características e de como a peça foi modelada. Esse ajuste então é enviado para a posterior fabricação do produto final. 

3º Passo – A impressão de fato 

A impressão 3D de fato é uma etapa simples e que se torna simples devido a atenção prestada nas etapas posteriores. É sempre bom entender que um produto final de qualidade não depende somente desta etapa, mas desde as configurações da impressora, do local onde a impressora está posicionada e até do tipo de filamento que se está utilizando. 

Um ponto importante é respeitar a ordem principal, que é: posicionar o filamento corretamente, selecionar o arquivo de impressão após a transformação da peça para impressão 3D e aquecer a impressora. Após isso é só imprimir! 

Já sei como imprimir. E como crio uma peça e qual tipo de filamento utilizar? 

Após já ter toda a informação disponível sobre como imprimir uma peça utilizando a impressão 3D, é interessante focar em alguns pontos importantes como os softwares utilizados para a modelagem computacional e os tipos de filamentos disponíveis para as impressoras 3D. 

Os softwares de modelagem e impressão 3D 

A área de impressão 3D possui alguns softwares principais e outros que são mais utilizados para fins específicos.

O Simplify 3D é um dos mais famosos e que tem um maior número de adeptos devido a sua facilidade de utilização. Este software é pago e pode ser utilizado em quase todas as impressoras 3D. As suas configurações auxiliam bastante na melhora do acabamento da peça e os ajustes disponíveis também são de ótima qualidade. 

O Cura é um software gratuito e que também é de fácil utilização. Possui também alguns bons ajustes para impressão 3D. 

O Slic3r também é gratuito e pode ser considerado como o mais complexo dos três focados somente em impressão 3D. Os seus ajustes são considerados mais avançados e podem ser amplamente configurados. 

Além dos citados anteriormente, outros softwares de CAD 3D como o SolidWorks, o Inventor e o Sketchup também tem a capacidade de modelar peças para a impressão 3D, desde que exportados no formato .stl próprio para este tipo de aplicação. 

Os tipos de filamentos disponíveis 

A área de impressão 3D é famosa pela grande capacidade de personalização dos objetos impressos – e isso se dá principalmente devido aos tipos de filamentos disponíveis.

O PLA é um polímero biodegradável que é extraído de fontes naturais. Possui alta rigidez, cores brilhantes e um bom acabamento final sem a necessidade de pós processamento. Sua limitação se dá pela baixa resistência à temperatura. 

O ABS é um derivado do petróleo e apresenta uma resistência mecânica e térmica superior a do PLA. Sua limitação se dá pelo maior cuidado ao ser utilizado na impressão 3D devido a sua alta contração, o que o torna ideal para impressoras fechadas. 

Além do ABS e do PLA, existem os filamentos flexíveis, PETG XT e o Tritan HT. Um ponto importante além da escolha do tipo de filamento é encontrar um fornecedor de qualidade, e a 3D Fila fornece diversos tipos de filamentos. 

Voodoo GIF

Sobre a 3D Fila! 

A 3D Fila é uma fabricante brasileira de filamentos para impressora 3D e está atuante no mercado desde o ano de 2013. Com alta expertise e uma enorme preocupação com a qualidade do material oferecido, a 3D Fila se destaca pelo ótimo atendimento prestado aos seus clientes. 

Por ter anos de experiência no mercado, com certeza a 3D Fila é a empresa que pode te ajudar quando o assunto são filamentos. Quer saber mais sobre esse assunto? Acesse o conteúdo sobre como escolher os melhores filamentos para uma Impressora 3D que produzimos.

    X
    É um prazer tê-lo na 3D Fila
    Seja bem-vindo!
    WooChatIcon 0